Digimonat
Bem-Vindo!!! :D :D :D :D
Este é o Fórum Digimonat. Aqui podes falar de diversos assuntos sobre Digimon, ter links de Download de episódios de Digimon em PT-PT e até jogar um jogo de Digimon...
Inscreve-te! :D :D :D

Se quiseres contactar com os Admins envia um E-Mail para:

ant_figueira@hotmail.com

O Fórum da Melhor Série que já passou até agora em Portugal: Digimon! Fórum oficial do site Digimon Portugal. Um sítio ideal para Digi-Fãs em Português de Portugal!!!

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Elenco de Digimon em Portugal
Qua Mar 16, 2016 7:54 pm por Guildramon

» Digimon d-invasion Episódio 4
Qui Dez 17, 2015 1:02 pm por shewdon21

» Ajude o Agumon a entrar para Super Smash Bros 4!
Sab Out 24, 2015 2:10 pm por qinglongmon

» Novo blogue português-Call Me Mr.Geek
Sab Jul 25, 2015 10:34 pm por Digiking

» Voltei!
Seg Maio 25, 2015 5:53 pm por TugaGamer

» Loja do Henrydramon
Dom Abr 26, 2015 2:25 am por Tasto

» [Engenharia Informática - Curso] Média e Disciplinas
Qui Fev 12, 2015 3:25 pm por Silver Bloodriver

» Estou de volta, depois de muito tempo
Ter Fev 03, 2015 4:39 pm por Denis José

» me desban
Seg Dez 29, 2014 11:56 pm por Takato

+1
Ajuda o Digimonat a chegar mais longe!
Rádio Digimonat
Assuntos Digimon!
Download!
PTDigi - O Twitter que te Mantém Informado de Montes de Coisas de Digimon
Votação

Digimon é para TODAS as idades?

87% 87% [ 524 ]
3% 3% [ 20 ]
1% 1% [ 6 ]
8% 8% [ 49 ]

Total dos votos : 599


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Card Captor's Chronicles

Ir à página : Anterior  1 ... 12 ... 19, 20, 21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 21 de 21]

501 Re: Card Captor's Chronicles em Qui Ago 04, 2011 3:20 pm

Shine∞Osnofa

avatar
Thanks Kiki! ^^ :D


_________________
Spoiler:





502 Capítulo 24 – O Estranho Gás Corrosivo em Sex Ago 05, 2011 7:23 pm

268DoDo

avatar
Capítulo 24 – O Estranho Gás Corrosivo

Ia haver uma grande feira de arte e exposições na cidade dos nossos amigos, mesmo na semana antes das férias da Carnaval, e o pai da Kiki, um grande empresário, estava a organizar tudo.

O Shine, a Kiki e o DoDo tinham, por isso, bilhetes para entrar nessa exposição.

Na casa da Kiki, de manhã

- Vá, filha, vai andando tu sozinha para a escola. – disse o pai de Kiki, muito atarefado a mexer nuns papéis e a escrever no computador

- Mas…porquê? Tinha ficado combinado que hoje eras tu que me ias levar. – lembrou ela, pondo a mochila ás costas.

- Pois..eu sei…mas tenho andado muito ocupado com a exposição…não te posso ir levar, desculpa querida. – desculpou-se o pai

- Ok… - respondeu ela, abrindo a porta

- Ah, espera! – chamou o pai, gritando – Eu tenho aqui três bilhetes para a exposição. Um é para ti e os outros são para os dois amigos…aqueles que andam sempre contigo.

- YAY!Obrigado pai! – agradeceu a Kiki, dando dois beijos no pai e agarrando os bilhetes – Xauuu!!

Na escola, de manhã…

- Rapazes…!RAPAZES!!!AMIGOOOOSSS!! – gritou a Kiki, correndo para perto do Shine e do DoDo com os três bilhetes na mão.

- Oi Kiki! – cumprimentaram os dois, calmamente.

- Vens muito…exaltada, não?He… - disse o DoDo, reparando na alegria da sua amiga

- Pois…já vi que sim..!! – concordou o Shine também

- Sabem aquela exposição que vai haver aqui na cidade, aquela que o meu pai está a organizar? – perguntou a Kiki

- Sim, eu tenho visto uns posters por aí. – disse o Shine

- E eu tenho ouvido os anúncios na rádio! – confirmou DoDo

- Pois…o meu…deu-me…TRÊS BILHETES PARA NÓOOOOSS!! – gritou ela, abraçando os dois amigos

- Wow!Que fixe! – exclamaram os dois, abraçando a Kiki

- A exposição é já amanhã, á tarde, depois das nossas aulas! – Avisou a Cátia

- Boa, olhem, podiam vir a minha casa e a partir daí íamos todos juntos para o sítio da exposição! – convidou o DoDo

- A mim parece-me bem! – concordou o Shine

- A mim também! – disse a Kiki

Nesse momento, aproximou-se o Ivo, a Lola e o Nuno.

- Olá a todos! – cumprimentou a Lola

- Oláaaa!! – gritou a Kiki, ao saltos

- Pareces muito animada, Kiki! – observou o Nuno

- Sim, eu, o Shine e o DoDo vamos a uma exposição cá na cidade, organizada pelo meu pai!! – exclamou a Kiki – Desculpem…eu também gostava que vocês fosse…mas…o meu pai só me deu três bilhetes…

- Não faz mal. – apressou-se o Ivo, esboçando um sorrindo e olhando a Kiki profundamente.

A Kiki ficou como que..hipnotizada pelos olhos do Ivo.

- Kiki?Cátia?Hello?Terra-chama-Kiki!? – disse o DoDo, gritando aos ouvidos da Kiki

- Hã?Sim?Ok..sim…está bem…heh… - disse ela, rindo-se também.

- Bem, vamos para a sala? – perguntou o Shine

- Vamos, já está quase na hora! – disse a Lola, acompanhando-o.

Na casa de DoDo, á tarde…

- Bem, amanhã é a exposição..queres vir connosco Kero? – perguntou DoDo, sentando-se na cama

- Claro, pode ser… - disse Kero, bastante sério

- O que tens Kero..? – interrogou DoDo

- Bem, DoDo, eu tenho que te dizer uma coisa. Eu não vou poder ficar muito mais tempo aqui, contigo. – disse Kero

- Hã?Porquê? – perguntou DoDo

- Bem..como sabes…o meu astro é o Sol, tal como o do Shine.Eu preciso de ficar com ele, é a ele que eu tenho que proteger, mais do que tu ou a Kiki… - explicou o Kero –

Eu já vos tinha dito isto uma vez, no dia em que a carta Espelho foi capturada.

- Mas o Yue ainda não se revelou, assim eu fico sem protector! – disse DoDo, preocupado

- Ele pode ainda não se ter revelado, mas ele está mais perto de nós do que tu pensas… - disse Kero – Mas não te preocupes, eu vou continuar a proteger os três!!!

- Humm…ok… - disse DoDo, desanimado – Mas bem, agora vou lanchar. Eu trago-te um pudim!

- YAY!Puddiiimmmm!! – gritou Kero, dando pulos na cama.

Em casa da Kiki, á noite…

- Meu deus…que sensação estranha aquela…assim que eu olhei o Ivo nos olhos…parecia…parecia estar enfeitiçada… - pensou ela, deitada na cama. – Foi…estranho…mas…senti-me apaixonada…CÁTIA RODRIGUES! Não, nada disso! Tu não estás apaixonada, muito menos pelo Ivo! NÃOO!!

A Kiki estava desesperada, ela tinha sentido algo bastante estranho ao olhar para os olhos azuis do Ivo…os olhos pareciam brilhar.

Naquele momento, ela pressentiu uma carta Clow. Levantou-se da cama, abriu a janela da sua casa, e viu uma espécie de rajada de gás verde a sair de um lago perto da sua casa. Depois, desapareceu, escondendo-se perto do edifício onde iria ocorrer a exposição do dia seguinte…

Spoiler:









- Tenho que avisar o pai…pode acontecer algo de mal.. – pensou ela para si prórpria – Espera lá, Kiki…como é que tu o vais avisar?Vais-lhe dizer: “pai, eu sou uma Caçadora de cartas mágica e vi um gás mágico verde a dirigir-se para o edifício da exposição”?? Claro que não!Mas…eu posso ligar ao Shine e ao Dodo!

A Kiki pegou no telemóvel e ligou ao Shine:

- Estou, Shine?

- Olá, Kiki! – atendeu o Shine

- Olá Shine, desculpa incomodar-te a estas horas…mas eu acabei de pressentir uam Carta Clow. Além disso vi uma espécie de gás verde a sair do lago que fica perto da minha casa, e depois dirigiu-se para perto do edifício onde amanhã vai haver a exposição… - avisou a Kiki

- Que estranho…temos que ter cuidado… – disse o Shine – Avisa o DoDo, amanhã temos que capturar essa carta para evitar que estrague a exposição!

- Sim! – concordou a Kiki – Sendo assim…xau…

- Xau Kiki, até amanhã! – despediu-se o Shine

- Agora tenho que avisar o DoDo…!

No dia seguinte, de manhã, nas aulas

- Bom dia Kiki! – cumprimentou o DoDo, abraçando a amiga

- Bom dia DoDo… - cumprimentou ela, não muito animada.

- Devias estar feliz, hoje é o dia da exposição! – animou o Dodo

- Eu sei…mas aquilo de ontem… - pensou ela

- Pois, temos que ter cuidado. Hoje vamos falar com o Kero, talvez ele saiba do que se trata. Enquanto isso, temos que nos divertir, não podemos ficar sempre a pensar nisso!

– riu o DoDo

- Sim, tens razão!! – riu também a Kiki

Nesse momento chegou o Shine, acompanhado com a Lola.

- Bom aos dois! – cumprimentou o Shine

- Bom dia! – cumprimentou a Lola

- Olá! – disseram o DoDo e a Kiki, em uníssono.

- Bem, vamos entrando para a sala? – perguntou o Shine

- Vão sem mim, que eu vou lá ter! – disse a Lola – Eu fico á espera do Nuno e talvez do Ivo também…

- Ok, tu é que sabes! – disse o DoDo

- Vamos! – disse a Kiki, dando a mão ao Shine e ao DoDo

Á tarde, em casa do DoDo

- Tal como combinado, cá estou eu! – disse a Kiki, entrando em casa do DoDo

- Boa, já chegaste!O Shine já cá está!Vem ,sobe. Estávamos á tua espera! - convidou DoDo, subindo as escadas que levavam ao seu quarto.

- Ok! – concordou a Kiki, subindo também.

- Olá Kiki! – cumprimentou o Shine, sentando na cama do DoDo

- KIKI! – gritou o Kero, abraçando a Kiki

- Hehe…Kerooo… - abraçou a Kiki, também – Então, prontos para exposição?

- Sim! – gritou o DoDo

- Mas primeiro…temos que falar sobre o que viste ontem, não é Kiki? – avisou o Shine

- Sim, tens razão… - disse a Kiki

- O DoDo já falou comigo, mas explica-me melhor tu, Kiki. – disse o Kero

- Eu ontem vi uma espécie de gás verde a sair de um lago perto da minha casa. Depois, esse gás “voou” para perto do edifício onde vai haver a exposição de hoje. – explicou a Kiki

- Pode ser…não..não me parece…ou então…não, também não… - pensou o Kero – Não tenho bem a certeza de que carta será, preciso de a ver com os meus próprios olhos.

- Claro! – disse o DoDo – Para isso é que vens hoje connosco! Temos que capturar essa carta antes que haja algum problema com a exposição.

- Sendo assim, vamos descer! – disse o Kero

- Ok, o meu pai vai levar-nos a todos até ao local da exposição. – disse DoDo, descendo as escadas – Venham!

Já no edifício da exposição

- Bem, quando quiserem, telefonem-me para vos vir buscar! – disse o pai de DoDo

- Ok, pai, xau! – despediu-se o DoDo

- Muito obrigado! – disseram Kiki e Shine

- Kero, agora tens que ficar no meu bolso… - sussurrou o DoDo para o Kero, que estava no bolso – Não podes sair

- Ok, eu compreendo… - aceitou o Kero, escondendo-se

- Kiki, a exposição é sobre o quê? – perguntou o Shine

- É sobre novas tecnologias que foram criadas aqui na nossa região! O meu pai é empresário e foi contratado para organizar a exposição. Ele deve estar á nossa espera na entrada! – avisou a Kiki

A Kiki, o DoDo e o Shine entraram num grande edifício, uma espécie de pavilhão onde estava a decorrer a exposição.

Á entrada estava o pai da Kiki.

- Paii! – gritou ela, correndo e abraçando o pai

- Olá filha! – disse o pai – E olá!Presumo que sejam os amigos da Cátia. Afonso e…Diogo. Certo?

- Sim, acertou. Eu sou o Diogo… - cumprimentou o DoDo

- …E eu o Afonso. – cumprimentou o Shine

- Ok! Fiquem há vontade na exposição! Eu tenho que cuidar de umas coisas! – despediu-se o pai da Kiki, desaparecendo no meio das pessoas.

- Bem, agora temos que procurar vestígios da carta… - disse a Kiki

- Que tal separarmo-nos? – sugeriu o Shine

- Não sei se me parece boa ideia… - disse o DoDo

- Eu prefiro que andemos todos juntos. – disse a Kiki – Vamos começar!

A Kiki, o Shine e o DoDo começaram a procurar por toda a exposição..enquanto isso…

Na dispensa do edifício e por baixo do edifício…

Spoiler:









De volta á exposição…

- Eu ainda não encontrei nada! – disse o Shine

- Nem eu! – disse o DoDo – Nada mesmo…

- Há muita gente aqui…não dá para procurar bem… - disse a Kiki

Nesse momento, o chão de madeira começou a rachar.

Spoiler:







- Oh, oh…isto não é nada bom… - pensou o Kero, dentro do bolso

As pessoas começaram a afastar-se do sítio onde apareceram as rachas. Do meio dessas rachas começou a sair um gás verde.

Spoiler:







- Foi o que eu vi ontem! Eu vi este gás! – gritou a Kiki

De repente, a racha ficou maior e grandes pedaços de madeira começaram a cair e a ceder.

- Cuidado Kiki, não caias! – avisou o Shine, segurando a Kiki

- É uma carta clow, o NEVOEIRO! – gritou o Kero, saindo do bolso – Esta carta gosta de sítios húmidos e frios, como por exemplo um lago. Mas também gosta de causar problemas ao pé de grandes multidões de pessoas, por isso é que veio para aqui.

- E o que é que faz? – perguntou o DoDo

- A carta Nevoeiro consegue corroer e destruir qualquer material, desde madeira até cimento!

Nesse momento, abriram-se mais buracos por toda a exposição, e depressa tudo ficou coberto com um nevoeiro verde e denso, um miasma viscoso e húmido.

As pessoas começaram a fugir, incluindo o pai da Kiki.

- Cátia!Cátia! – chamava ele

- Senhor, tem que ir! – ordenou um segurança

- Mas…a minha filha… - murmurou ele, enquanto saía do pavilhão

De repente, o nevoeiro, começou a corroer um pilar que segurava o tecto do pavilhão. O pilar partiu-se e começou a cair para cima da Kiki.

Spoiler:









- Nãoooo!!Pelo poder que me foi concedido, liberto a verdadeira forma deste bastão sagrado! – gritaram o Shine e o DoDo

- Shine, segura o pilar! Eu vou proteger a Kiki! – ordenou DoDo – ESCUDO!!

Spoiler:







Uma barreira foi criada em volta do DoDo e da Kiki, protegendo-a dos pedaços de betão e de metal que caíam do tecto.

- BOSQUE! – gritou o Shine, segurando o pilar com ramos de árvore.

Spoiler:











- Rápido, temos que conseguir prender a carta…! – pensou o Kero

- Já sei! – gritou DoDo – SOMBRA!!Usa a tua flexibilidade para recolher todo este nevoeiro!SOMBRA!

Spoiler:









A Sombra estendeu-se por toda a exposição, e criou uma espécie de “saco” que recolheu o nevoeiro numa só bola.

Spoiler:





- Agora, DODO!! – gritou o Kero

- Volta á tua forma original, CARTA CLOW!! – gritou DoDo, capturando o Nevoeiro

________________________________________________

CARTA: NEVOEIRO



Uma carta que gosta de sítios húmidos, frios e escuros e gosta de confusão. A sua habilidade é corroer e destruir qualquer material, até mesmo o mais forte metal. Além disso, consegue criar grandes nuvens de nevoeiro verde.

ASTRO: LUA

_________________________________________________

Nesse momento, todo o nevoeiro desapareceu, mas o pavilhão estava quase a ruir.

- Vamos, rápido, temos que sair daqui! - gritou o Shine

Spoiler:





___________
Espero que tenham gostado . :D


_________________
Spoiler:


503 Re: Card Captor's Chronicles em Sab Ago 06, 2011 5:03 pm

Kikiarodriguez

avatar
Estive a ler agora (uau... não demorei tanto desta vez ^^")

Gostei do capítulo, estou ansiosa pelo próximo
OMG Senti-me apaixonada pelo Ivo .3.


_________________



504 Re: Card Captor's Chronicles em Sab Ago 06, 2011 6:28 pm

268DoDo

avatar
YAY ! Thanks ! :P LOOL xD :P :P :P


_________________
Spoiler:


505 Re: Card Captor's Chronicles em Dom Ago 07, 2011 8:47 am

Shine∞Osnofa

avatar
:P :p xD Obrigado Kiki, e sim, tu estavas enfeitiçada pelo Ivo. .3. XD :P


_________________
Spoiler:





506 Re: Card Captor's Chronicles em Sab Ago 13, 2011 9:58 am

Shine∞Osnofa

avatar
CAPÍTULO 25 – Um Carnaval Florido!!




As pequenas férias de 4 dias de Carnaval estavam quase a chegar, e a pausa neste 2º período seria bem aproveitada pelos nossos amigos, não só para estudar para os testes…mas também para se divertirem um pouco.



No entanto, antes disso, parecia haver uma surpresa no penúltimo dia antes das férias…



- Alunos, como sabem amanhã realiza-se o desfile de Carnaval da escola, tal como todos os anos. – disse a directora de turma do Shine, da Kiki e do Dodo, e também da Lola, do Nuno e do Ivo.



- Oh não… - murmurou o Shine para a Kiki e para o Dodo



- Lá vem o humilhante desfile… - desesperou o Dodo



- Qual desfile? – perguntou Kiki



- Todos os anos se realiza um desfile aqui na escola, com as turmas a vestirem fatos ridículos… - explicou a Lola



- E depois temos todos que dançar coreografias ridículas e impossíveis de aprender… - disse o Nuno baixinho



Todos os alunos na sala comentavam e murmuravam:



- Silêncio!Raça dos gaiatos!Deixem-me falar! – gritou a professora – No entanto, este ano será diferente.



- Como assim diferente? – instalou-se de novo um burburinho na sala



- Silêncioooo!!Malditos que não se calam! – gritou de novo a directora de turma – Como eu estava a dizer, este ano, as turmas do 3º ciclo não vão participar, ao contrário dos anos anteriores, em que toda a escola participava.



- YAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAY!!! – todos gritaram de alegria



- SILÊNCIO!OLHEM QUE EU VOS ATIRO COM O APAGADOR NAS FÚCIAS!! – voltou ela a gritar –Mas isto não acaba por aqui. Vocês vão tratar da organização do Carnaval, juntamente com as outras turmas.



- Ohhhh… - gemeram todos, tanto por medo da fúria da sua directora de turma como pelo facto de terem que organizar o desfile todo.



- E começamos quando? – perguntou um aluno qualquer



- Amanhã de manhã, como este ano são menos turmas, não é preciso tanto tempo para organizar tudo. – explicou a professora – Conversem com as outras turmas, estendam cartazes, construam carros alegóricos e disfarces. Deixo tudo por vossa conta. Todos os materiais que precisarem podem requisitá-los na papelaria sem pagar nada.



A campainha tocou e os alunos saíram para o intervalo.

Foram para o pátio da escola, bastante grande, coberto de tijolos cinzentos e com uma parte de terra batida, pedras e muitas árvores antiquíssimas, já que a escola tinha sido um convento antes de ser transformada num local de ensino.



- Bem, sempre é melhor do que sermos nós a desfilar. – disse o Shine, pousando a sua mochila.



- Lá isso é verdade… - disse o Dodo, fazendo o mesmo.



- Trabalhar…que mau…eu preferia desfilar. – disse o Nuno, sempre muito ensonado



- Cruzes credo! – a Lola bateu três vezes num tronco de árvore e uma vez na cara do Nuno, fazendo-o cair para trás. – Ups, desculpa Nuno, mas eu não aprovo o que disseste. u_u



- Auch… - murmurou ele, com a cara vermelha e cheio de pó e terra.



- Eu proponho que a nossa turma faça um cartaz gigante na partida do desfile! – disse a Kiki



- Boa ideia! – disseram os dois primos



- Olhem, querem vir a minha casa hoje? – perguntou o Shine ao Dodo e á Kiki, enquanto a Lola ia embora, puxando o Nuno até á enfermaria.



- Por mim tudo bem, eu até vou levar o Kero. – disse o Dodo



- A que horas? – perguntou a Kiki



- Depois das aulas, aproveitamos e conversamos sobre as ideias para os cartazes. – disse o Shine



- Ok, combinado! ^^ - disseram o Dodo e a Kiki



- Agora vamos de novo para a aula, deve estar quase a tocar. – disse o Shine



De tarde, em casa do Shine…



A Kiki e o Dodo entraram no quarto do Shine, onde ele fechou a porta para os seus pais não verem o Kero.



- Uffaaaaa…! – berrou o Kero, saindo do bolso do Dodo – Que caloooor!



- Desculpa lá Kero…! – disse o Dodo



- Então, têm novidades? – perguntou o Shine, sentando-se na sua cama



- Eu já tenho algumas ideias para o cartaz! – disse a Kiki



- E eu para a decoração! – disse o Dodo, com os olhos a brilhar



- Esperem lá, mas a conversa é sobre o quê? – perguntou o Kero, sem entender nada



- Vai haver um desfile de Carnaval na cidade, organizado pela nossa escola, e a nossa turma, tal como as outros o 3º ciclo, têm que preparar tudo. As do 2º ciclo desfilam e dançam. Hehehe… - explicou o Shine



- Interessante…mas cheira-me que vai acontecer algo… - murmurou o Kero



- Disseste alguma coisa? – perguntou o Dodo



- Haammm…hammmm..er…hurm…onde é que o desfile vai ser? – perguntou o Kero, disfarçando o que tinha dito antes



- Vai começar na escola, dá a volta ao nosso bairro, vai para o centro da cidade e depois termina na Sé, na Torre da Igreja. – explicou a Kiki



- Eu também vou…. – disse o Kero – Quero ver como esse espectáculo vai correr.



- É muito arriscado, vai haver muita gente. – disseram o Shine e o Dodo – E nós vamos estar muito atarefados a preparar o espectáculo…



- Não faz mal, eu meto-me na mala da tua mãe e vou á socapa. – disse o Kero para o Dodo – Sabem, tenho pressentimento que algo vai acontecer.



- Como se fosse uma carta Clow? – perguntou a Kiki



- Não sei, talvez. – disse o Kero – Não consigo bem distinguir…



De repente, ouviu-se uma voz abafada:



- Venham lanchar! – chamou a mãe do Shine, abrindo a porta – para que é que têm a porta fechada…..?



Ao abrir a porta, deu de caras com o Dodo, o Shine e a Kiki com as mãos atrás das costas, escondendo o Kero.



- O que me estão a esconder? – perguntou intrigada a mãe de Shine



- N…na…nada..hehe… - disse o Shine, disfarçando



- Pois isso...é nada…he… - desculpou-se o primo



- Eeestou…a..su..focarr! – gemia o Kero



- Eu ouvi alguma coisa! – disse a mãe de Shine, semicerrando os olhos



- Ah…não foi nada..he… - desculpou a Kiki, dando um murro no Kero.



- Estranho…bem, de qualquer forma, o lanche está na mesa. – disse a mãe do Shine, saindo do quarto.



- Uffaaa… - relaxaram os três.



- Desculpa Kero…estás bem? – perguntou a Kiki



- Auch…dói-me tudooo… - gemeu o Kero



- Agora fica aqui, nós vamos lanchar. – disse o Dodo



Os três dirigiram-se á mesa da sala onde estavam três torradas com imensa manteiga e três canecas de leite com chocolate.



- Vamos ver se está a dar a novelaaa! – o Shine ligou a televisão para ver se estava a dar a sua novela favorita. – O Jacques L’Écler apareceu no atelier da Jaqueline onde ela estava com o Ariclenes, que na verdade é o Victor Valentim…isto vai ser tão AWESOME.



- AWESOME! – gritou o Dodo, levantando o braço.



A Kiki e o Shine ficaram a olhar para ele, surpreendidos.



- Que foi? Ele é que vê novelas…não sou eu. – desculpou-se o Dodo



- Vá, agora vamos comer, se não arrefece. – a Kiki trincou uma das torradas, abrindo a boca logo de seguida, com os olhos a larimejar do calor. – Ah, ah, AHHH!Escá quenque! Escá muco quenque!!!!Quenqueee!AHHH!



- Acho que ela está a dizer que está quente. – disse Shine



- Que ideia…eu já tinha percebido isso. – disse Dodo, sendo sarcástico – Bebe um pouco de leite!



A Kiki pegou na caneca e bebeu o leite.



- Ahhh!ESTÁ GELADOOOOOO!! – gritou ela – Assim a minha boca vai-se constipar!



- *facepalm* - fizeram os dois primos



Depois do lanche, os três sentaram-se no sofá. A novela do Shine já tinha acabado, e os três foram para o portátil da mãe do Shine.



- Do que acham que o Kero estava a falar quando disse que estava a pressentir que ia acontecer alguma coisa? – perguntou a Kiki



- Não sei..mas pelo sim, pelo não, temos que estar atentos. – disse o Dodo



- Também acho, por isso o melhor és mesmo levarmos o Kero connosco. – disse o Shine



- Bem, vamos ver uns vídeos? – perguntou Dodo



- Vamos! – disseram o Shine e a Kiki



O Dodo pôs um vídeo de música, da Avril Lavigne, cantando também.



Spoiler:









- Ah não, poupa-nos! – gritou o Shine



- É a minha vez! – disse a Kiki – Ela pesquisou Banana Milk e apareceu-lhe um video:



Spoiler:







- ಠ_ಠ – o Shine e o Dodo olhavam a Kiki de lado.



- Que foi…? <____ < - disse ela



- Bem, continuando, é a tua vez, Shine. – disse o Dodo



- O meu também tem a ver com bananas! – disse o Shine



- BANANA MILK!AWESOME! – gritou a Kiki, levantando o braço



- O…k… - o Shine estava impressionado com a Kiki, e foi então que pôs o seu vídeo:



Spoiler:







Assim que o video começou o Dodo olhou o Shine, e perguntou-lhe:



- Mas quanto anos é que tu tens? – perguntou ele



O vídeo parou aos 0.26 segundos, mostrando o número 4. O Shine olhou para o ecrã e repetiu:



- Quatro?



Os três partiram-se a rir, fazendo-se ouvir na casa toda.



- Hahahaahahaha!! – riam eles - Hah…ahm…pois… - fez um silêncio estranho, até que foi quebrado pela Kiki.



- O que será que o Kero está a fazer? Nunca mais fomos lá ver dele! – lembrou-se ela



- Pois…é verdade… - os três amigos levantaram-se e forma até ao quarto do Shine, onde encontraram o Kero a comer um pudim.



- Claro, para nós nos vir procurar, só podia estar a comer. – disse o Dodo



- De onde é que tiraste isso? – perguntou o Shine



- Do teu frigorífico…olha, são bem melhores que os do Dodo. – dizia Kero, a mastigar – Já te tinha dito isso?



- Já… - disse o Shine



- WOT?Eu faço-os com tanto carinho e tu agradeces assim? *emo corner* - gemeu o Dodo – Agora estou triste.



- Vá, não discutam. – disse a Kiki, olhando para o relógio. – Bem, já são horas de eu ir para casa. Vemo-nos amanhã!



- Eu também vou andando. – despediu-se o Dodo, pegando no Kero



- Mas eu nem acabei o pudimmm!! – gemia ele, sendo forçado a entrar no bolso de Diogo



No dia seguinte, no pátio da escola…



Os alunos do 3º ciclo estavam todos no pátio do intervalo, á espera que o director da escola falasse.

Tinham imensos materiais, como fitas, cartolinas, marcadores, brilhantes, fios, lãs de todas as cores, máscaras coloridas, cartazes, tudo bastante colorido.





- Bom dia, Dodo! – cumprimentaram o Shine e a Kiki, já no pátio



- Bom dia aos dois! – cumprimentou ele



- Então, têm ideias para a decoração? – perguntou o Shine



- Imensas! – disse o Dodo – Daqui a bocado vou á papelaria buscar umas fitas, purpurinas, brilhantes e essas coisas de Carnaval.



- Eu trouxe uma cartolina gigante para estendermos na entrada da escola! – disse a Kiki



- Eu posso ajudar-te a colocá-la. – o Ivo apareceu do nada, falando no ouvido da Kiki



- Ahm…pois…obrigado Ivo. – a Kiki ficou envergonhada e corada, afastando-se para perto do Dodo e do Shine.



Nesse momento apareceram a Lola e o Nuno.



- Bom dia! – cumprimentaram todos



- Bom dia! – cumprimentaram a Lola e o Nuno



- O que trouxeram? – perguntou o Shine



- Montes de confettis. Nós vamos andar nas ruas da cidade por onde passa o desfile a lançar os confettis. – disse a Lola – E tu Shine?



- Eu não sei bem, acho que vou ajudar a Kiki a colocar o cartaz! – disse ele



- Mas o Dodo e o Ivo já a vão ajudar!Olha, podes vir connosco! – disse o Nuno



- Por mim tudo bem! – disse o Shine – Encontrámo-nos daqui a bocado na entrada da escola, ok?



O Dodo, o Shine e a Kiki afastaram-se, e o Kero saiu da mochila de Dodo:



- A presença que estou a sentir é cada vez mais forte. – disse Kero – Tenho quase a certeza que é uma carta Clow.



- Shine, eu tive uma ideia. – disse o Dodo – Tu, como vais com a Lola e o Nuno pelo percurso do desfile, podias levar o Kero e ver se se passava alguma coisa.



- E vocês? – perguntou o Shine



- Nós temos que ficar na escola a arranjar os cartazes e as fitas e isso tudo. Se acontecer algo, telefonas. – disse o Dodo



- Por mim tudo bem. – disse o Kero



- Por mim também! – disse o Shine



- Ok, olhem, o director vai falar! – disse o Dodo



- Bem, meninos, o desfile é daqui a duas horas!Os alunos do 2º ciclo está no pavilhão a treinar as danças e vocês devem decorar a escola e o percurso do desfile através da cidade!Boa sorte! – avisou o director, dando o sinal de partida



- Bem , está na hora. Encontramo-nos depois! – disse o Shine, pegando no Kero e indo ter com a Lola e o Nuno.



- Xau! – despediram-se o Dodo e a Kiki, perdendo o amigo de vista por entre a multidão de alunos.



- Bem, mãos á obra? – perguntou Ivo, dirigindo-se para perto dos dois.



- Sim, vamos lá! – gritou o Dodo.



O Ivo, a Kiki e o Dodo dirigiram-se á entrada da escola, que era por onde ia sair o desfile.

Começaram a montar uma fita gigantesca, desde a ponta do portão até á outra ponta.



- O que vamos escrever? – perguntou Kiki



- Que tal “Desfile de Carnaval 2010/2011”? – perguntou Dodo



- Por mim tudo bem. – disse o Ivo



Eles começaram a escrever na grande fita azul, com purpurinas e canetas de feltro.



- Está na hora de colocá-la! – disse o Ivo



- Ok!! – disse a Kiki



A Kiki e o Dodo subiram a um escadote e prenderam o cartaz ás grades da escola de cada lado da entrada.



- Ai…tenho vertigens… - disse a Kiki



A Kiki desequilibrou-se do escadote e começou a cair.



- AHHH!! – gritava ela, até que dois braços a apanharam.



- Estás bem? – perguntou o Ivo, com os seus olhos azuis encantadores.



- Sim…estou…ob..obrigada… - agradeceu a Kiki, corada.



Do outro lado, o Dodo via a cena:



- Humph…é mesmo parvo…humph. – gemia ele, olhando para o Ivo. Foi então que também ele se desequilibrou, caindo. – AHHHH!Auch!



Entretanto, nas ruas da cidade…



A população começava a juntar-se nas ruas e nas janelas das casas para ver o que se passava.

Os alunos decoravam os candeeiros com fitas, enquanto que a Lola, o Shine e o Nuno conversavam:



- Nuno, tu ficas aqui no bairro, e vais espalhando os confettis, as purpurinas e as fitas á medida que o desfile passa. – orientava a Lola – Eu fico no centro da cidade, e tu Shine, ficas perto da Sé.



- Ok, por mim tudo bem. – disseram o Nuno e o Shine



- Então, vamooooss!! – gritaram eles



O Shine começou a correr pelo bairro fora, até á estação de autocarros mais próxima, que o ia levar até ao Largo da Sé, a Igreja da cidade.



- Kero, sentes alguma presença? – perguntou Shine



- Aqui nem tanto… - disse o Kero – A presença é muito volátil…está sempre a desaparecer…e a voltar…



- Estranho… - murmurou o Shine – Bem, vamos entrar para o autocarro.



O autocarro parou em frente da paragem e os dois entraram, levando com eles um montes de confettis, purpurinas e fitas.



Começou a andar pelas ruas da cidade por onde ia passar o desfile, que começavam a ser cortadas.

Viam-se os alunos a pendurar fitas e cartazes nas casas, muros e candeeiros.



O Shine olhou pela janela, á medida que se aproximava da Sé.

Viu então o que pareciam ser imensos confettis cor-de-rosa.



- Já viste, Kero…que confettis bonitos…alguns alunos devem ter tido a mesma ideia que nós… - disse o Shine



O Kero olhou atentamente para aqueles pedaços floridos de um rosa leve.



- Shine, aquilo, s— o Kero não acabou de falar, pois foi escondido no bolso de Shine.



- Agora não faças barulho, vamos sair e tenho que começar a decorar as ruas. – disse o Shine, saindo do autocarro.



Os estranhos confettis rosa continuavam a cair, começando a formar uma fina camada rosa na calçada das ruas.



O Shine começou a a atar fitas nos candeeiros das ruas que ficavam perto da sé, espalhando confettis e purpurinas no chão.



- Uffa…isto é mesmo cansativo!! – disse ele, sentando-se num banco.



Os confettis caíam agora mais intensamente.

Foi então que recebeu uma chamada:



- Estou? – atendeu ele



- Shine! – falou o Dodo



- Olá primo, então, tudo pronto por aí? – perguntou Shine



- Sim, tudo. Olha, o desfile saiu á bocado da escola, por esta altura deve estar a meio do bairro. – disse o Dodo



-Ok, eu aqui tenho tudo pronto.– disse o Shine



- Não viste nada de estranho? – perguntou Dodo



- Não, nada…sem falar na chuva de confettis rosa…não sei que aluno é que preparou isto, mas está muito realista. – disse Shine



- Mas aqui isso também está a acontecer!Até já cobriu o chão!! – disse Dodo



- Estranho…então…será que é…uma Carta Clow? – perguntou Shine



Nesse momento Kero saiu do bolso:



- Era isso que estava a tentar dizer a pouco! – gritou Kero – Isso não são confettis, são pétalas!! – disse o Kero, pegando no telefone.



- Pétalas? – perguntou Dodo



- É tudo obra da carta Flor!Só pode!! Esta carta gosta de grandes festividades, e aproveita para lançar as suas pétalas! – explicou Kero



- Então, isso não tem mal nenhum! – disse Shine



- Tem sim…se a Flor começar a exagerar vai aumentar a produção de pétalas, cobrindo toda a cidade de um mar de flores cor-de-rosa!! – gritou Kero



- Nós vamos para aí! – gritou Dodo, desligando o telefone.



Entretanto na escola



- Então, o que é que eles disseram? – perguntou Kiki



- Estás a ver estas pétalas?São da carta Flor. Se não a pararmos, ela vai afundar a cidade!! – gritou Dodo – Agora temos que ir para perto do Shine e do Kero.



- Mas como? – perguntou Kiki – As ruas estão fechadas e íamos demorar muito tempo a chegar lá!



- Anda, vem comigo. – o Dodo puxou a Kiki para as traseiras da escola. – Podemos usar magia, claro!



- Ah, claro! – disse a Kiki, fazendo *facepalm* em si própria.



- Pelo poder que me foi concedido, liberto a verdadeira forma deste bastão sagrado! – gritou o Dodo – VOO!



Spoiler:













Duas asas cresceram no bastão de Dodo, onde ele e a Kiki se sentaram.



- Vamooos! – gritaram os dois, levantando voo



Ao sobrevoarem a escola viram os alunos a esforçar-se para andar, já que a camada de pétalas era tão grossa como a neve. Muitos deles tinham caído estavam desmaiados devido ao esforço e ao pólen.



Ao passarem pelo bairro viram o mesmo cenário, mas reconheceram uma cara: a do Nuno, que estava caído no meio das folhas cor-de-rosa.



- Nuno! – gritou a Kiki, olhando para baixo – Temos que ir lá!



- É melhor não, temos que nos despachar, o Shine está há nossa espera.



Depois, passarem pela parte velha da cidade, ou seja, o centro. O mesmo cenário se registava, e viram também a Lola, que tentava andar no meio das pétalas, com esforço.



- Olha a Lola! – reparou o Dodo



- E o desfile, ali á frente! – gritou a Kiki, apontando para uma multidão de crianças que tentava dançar no meio das pétalas. Muitos já tinha ficado para trás, incluindo alguns dos professores que orientavam o desfile.



As pessoas estavam desmaiadas sob a camada cor-de-rosa que já chegava até metade da maioria da casas.

Muita gente via o que se passava das janelas, mas a maioria fechou-as, com medo de ver a sua casa inundada com flores.



Foi então que os dois chegaram ao largo da Sé, imediatamente viram as asas brancas do Kero que se destacavam no meio das flores, e começaram a descer, pousando naquele mar rosa.



- Kero!Estás bem! – o Dodo puxou-o do meio das flores



- Uffa!Estava a sufocar! – gritou ele – Obrigado aos dois!



- Onde está o Shine? – perguntou a Kiki



- Não sei!De repente, começou a chover mais pétalas , cada vez mais intensamente. Lembro-me do Shine me agarrar pelas asas e tentar me atirar para fora daquele local, foi então que ele desmaiou e acabou por se afundar!



Os três começaram a escavar, até que encontraram o amigo, inconsciente.



- Shine! – abraçaram o Dodo e a Kiki



- Provavelmente ele ficou com asma e desmaiou, ele tem alergia ao pólen. – disse Dodo. – Eu fico aqui a cuidar dele, tu tens que ir com o Kero descobrir de onde vem esta chuva de pétalas!



- Ok, vamos lá. Pelo poder que me foi concedido, liberto a verdadeira forma deste bastão sagrado! – gritou a Kiki – SALTO!!



Spoiler:









Duas asas cresceram nos pés de Kiki.



- Vamos Kero! – disse ela, pegando no Kero e saltando de prédio em prédio. – Onde poderá estar a carta?



- A Flor gosta de espalhar as suas folhas por toda uma grande área, por isso tem que estar num local alto. – explicou o Kero



- A Torre da Sé!Claro! – gritou Kiki



As pétalas continuavam a cair, com cada vez mais intensidade, tapando a visão dela.



- Não…assim…assim não dá… - gemeu ela, acabando por cair a meio de um salto. Felizmente, a camada de flores amorteceu-lhe a queda.



- Estás bem, Kiki? – perguntou o Kero



- Sim, estou…só que a chuva está muito intensa…não sei como vou chegar lá acima… - disse ela.



- Usa o Escudo para te proteger! – gritou o Kero



- Boa ideia!ESCUDO! – gritou ela, usando a carta escudo para criar uma barreira á volta dela e do Kero.



Spoiler:









Ela saltou até ao telhado da Igreja. Lá, encontrou uma esfera de luz cor-de-rosa, de onde saíam rajadas de pétalas. Ao observar mais de perto viu uma doce jovem, de cabelos loiros, a dançar com um vestido feito de pétalas.



Spoiler:











- É a carta Flor? – perguntou a Kiki, deslumbrada por tanto, ao mesmo tempo que o efeito das cartas Escudo e Salto passava.



- Sim, é ela. Agora, despacha-te Kiki! – gritou o Kero



A Flor reparou na presença da Kiki, olhando para ela e sorrindo. Depois dançou até perto dela, dando-lhe a mão e começando a dançar com a Kiki.



Spoiler:













As duas dançaram alegremente no telhado da Sé, do meio de uma aura cor-de-rosa de pétalas e de um intenso perfume.



- Está na hora de tu juntares ás outras cartas, Flor. Volta á tua forma original, Carta Clow! – a Flor aproximou-se da Kiki, olhando-a nos olhos, o bastão dela fluiu no meio das tuas, capturando aquela mágica Carta Clow.



Spoiler:













____________________________________

CARTA: FLOR





É uma carta gentil, divertida, inocente e inofensiva. Tem o poder de criar qualquer tipo de flor ou de controlar as flores. No entanto, ás vezes, entusiasme-se e pode criar problemas.

Adora festas e grandes concentrações de gente, por isso costuma espalhar o caos nessas alturas.



ASTRO: ESTRELA

_____________________________________



- Muito bem, Kiki! – congratulou o Kero



Spoiler:







Nesse momento, todas as pétalas que cobriam a cidade desapareceram sem deixar rasto, e todas as pessoas acordaram sem saber o que tinha acontecido.



O Carnaval prosseguiu como se nada se tivesse passado…

_____
Espero que tenham gostado!! :D :D


_________________
Spoiler:





507 Re: Card Captor's Chronicles em Sab Ago 13, 2011 7:24 pm

Kikiarodriguez

avatar
Já estive a ler, gostei bastante, foi o Dodo que escreveu não foi? :P


_________________



508 Re: Card Captor's Chronicles em Dom Ago 14, 2011 9:07 am

Shine∞Osnofa

avatar
Não ,por acaso fui eu que escrevi :P :P Mas obrigado, anyway. xD :P


_________________
Spoiler:





509 Re: Card Captor's Chronicles em Dom Ago 14, 2011 2:31 pm

Kikiarodriguez

avatar
LOL Parecia a escrita dele .3.


_________________



510 Re: Card Captor's Chronicles em Dom Ago 14, 2011 2:34 pm

Shine∞Osnofa

avatar
Não sei se levo isso como um elogio ou como uma ofensa u_u :P :P Just kidding XD :P :P


_________________
Spoiler:





511 Re: Card Captor's Chronicles em Seg Ago 15, 2011 1:33 pm

DigGaruru

avatar
Li agora o cap do voo ja tinha saudades, sempre gostei dessa carta e tava bem escrito o cap o unicio problema para mim foi que visto que ha 3 personagens pricipais deviam equilibrar mais isso o Dodo teve demasiado destaque enquanto que a Kiki teve pouco, espero que nos proximos caps esteje mais equilibrado o destaque das 3 personagens, mas de resto gostei a historia ficou bem feita poucos erros


_________________
Spoiler:




Porfavor dêm um clicke:

512 Re: Card Captor's Chronicles em Seg Ago 15, 2011 1:45 pm

Shine∞Osnofa

avatar
Obrigado Dig, mas o protagonismo de cada um também depende de quem escreve, por isso, neste cap. que foi escrito pelo Dodo ele teve mais protagonismo. Nos que eu escrevo tento equilibrar...mas, é só de vez em quando! ^^ XD
Mas obrigado na mesma! ^^ :D


_________________
Spoiler:





513 nenhum em Ter Ago 30, 2011 12:23 pm

Brunofba

avatar
Oi esta muito legal a Fanfics até agora parabéns por fazer tão bem , vcs vão fazer um episodio que eles pegam a carta vácuo ????

514 Re: Card Captor's Chronicles em Ter Maio 08, 2012 6:07 pm

Brunofba

avatar
Vocês não vão mais lançar ?

515 Re: Card Captor's Chronicles em Dom Jun 24, 2012 8:40 am

Shine∞Osnofa

avatar
Obrigado Bruno, e sim, vamos continuar a fanfic, simplesmenteesteve paráda este tempo todo devido ao tempo de aulas.
E sim, vai haver um capítulo especial sobre a carta Vácuo, mas é só no fim da fanfic. ^^
Em breve, postarei mais um capítulo!


_________________
Spoiler:





516 Re: Card Captor's Chronicles em Ter Jun 26, 2012 5:03 pm

Shine∞Osnofa

avatar
A partir deste capítulo vai haver uma nova forma de classificação das cartas, a forma oficial de acordo com o anime (coisa que não tínhamos respeitado até agora), até porque para o final da história, acaba por ser mais fácil.
Espero que gostem deste capítulo! :D

CAPÍTULO 26 - OH, ESTÁ TUDO TÃO QUIETO


Depois da captura da carta Flor, as férias de Carnaval passaram num piscar de olhos.
A Primavera dançava por entre os dias cada vez maiores, afastando o frio de um Inverno que se viveu cheio de emoções fortes.
As aulas recomeçavam, e nada melhor para começar o dia que uma bela aula de Fisico-Química (ou não...)!

- Beeeem, hoje a aula vai ser sobre Som e Ondas Sonoras! - explicou o professor

- Weee...que divertido.... - ironizava o Dodo, enquanto rasgava uma uma folha em branco para fazer um avião de papel

- I-Interessante...acho eu... - o Shine tentava manter-se com postura e fingir que estava interessado, mas esta matéria, de facto, não lhe agradava nada.

- Lola, saca do verniz. 90 minutos são mais do que suficientes para fazermos uma obra de arte nas nossas unhas, míuda. - dizia a Kiki para a sua companheira de mesa

- Rosa? Amarelo? Azul? Preto? Verde? - perguntou ela

Enquanto as raparigas discutiam sobre que cor haviam de usar nas unhas, mais atrás, o Nuno tentava chamar o Ivo.

- Hey! Ivooo! Está aí alguém? - o Nuno estalava os dedos para tentar chamar atenção do Ivo, que se sentava um pouco mais atrás dele, no fundo da sala

- Eu estou a prestar atenção. Vira-te tu para a frente, precisas mais destas aulas que eu. - disse o Ivo, num tom rude, enquanto continuava a olhar

- Oh, okay... - o Nuno adormeceu assim que se virou para a frente.

- Portantooo.... - o professor prosseguiu com a matéria

- Isto vai ser uma longa manhã... - murmurou o Shine

A aula continuou, e parecia nunca mais acabar...mas finalmente chegou o intervalo.

- Oh meu deus, parece que nunca mais ia acabar. - dizia o Dodo, lançando um monte de aviões de papel que lhe sobraram da aula

- Heeey! - a Lola e a Kiki foram ter com o Shine e o Dodo, seguidas do Nuno. - Gostam das nossas unhas?

As unhas da Kiki e da Lola pareciam-se mais com uma pintura renascentista do que, propriamente, com unhas pintadas.

- Estão...her...elaboradas! - disse o Shine, impressionado com os detalhes das pinturas com verniz nas unhas.

- É, vá lá que o professor é mais cego que a minha avó e não nos vê...hehehe. - ria a Lola

- Oh Nuno, tu acorda, que a aula já acabou. - dizia a Kiki, dando uma pequena estalada na cabeça dele para o acordar

- Auch...eu vou para o bar, sentar-me...e dormir... - respondeu ele

- Este Nuno não tem remédio. - riam o Shine e o Dodo

- Eu vou fazer-lhe companhia, nunca se sabe se ele pode cair ou adormecer pra aí...xau! - despediu-se a Lola, descendo as escadas para o bar

- Xau Lola!

- Alguém sabe do...Ivo? - perguntou a Kiki, meio corada

- Não, só o vi hoje na aula, agora no intervalo nunca mais soube dele. - disse o Dodo

- Estranho...tenho sentido uns arrepios estranhos quando ele está por perto... - dizia ela

- Sim...de facto...estranho. - disse o Shine - Olhem, tive uma ideia, agora que os testes ainda não começaram de todo...que tal sairmos os três?

- E vamos onde? - perguntou o Dodo

- Não sei...esta cidade está para lá de morta. - ria o Shine

- Oh, que tal irmos aos Cine-teatro novo? - sugeriu a Kiki. - Fazem lá uns espectáculos engraçados e passam filmes também, até porque a Ópera durante estas semanas vai estar fechada, por causa daqueles incidentes com a carta Canção...lembram-se?

- Ah, sim...então parece-me uma boa ideia. - disse o Dodo - Vamos lá hoje á noite?

- E os bilhetes? - perguntou o Shine

- Podem-se comprar no momento do espectáculo mesmo, não é preciso ir lá com antecedência. - explicou a Kiki - Eu já lá fui com os meus pais uma vez.

- Então está combinado. Ás 21.00, na minha casa, para depois irmos todos ter ao Cine-teatro. - sugeriu o Dodo

- Okay. - concordaram a Kiki e o Shine ao mesmo tempo

- Ohhh! A minha unhaaaa! - a Kiki reparara que o verniz tinha ficado ligeiramente riscado. - LOLAAAAA.

A Kiki foi a correr atrás da sua amiga para a ajudar a pintar a inha de novo, enquanto os dois primos ficavam a falar.

- Estranho nunca mais termos apanhado nenhuma carta...não tem havido actividade nenhuma. - disse o Shine

- Estranho estranho, mais que estranho, é toda aquela preocupação da Kiki pelo Ivo.Mas...bem...o estranho, ainda mais estranho que isso...é o facto de eu também me sentir assim. - disse o Dodo

- Agora que falas nisso...não sei porquê...mas o Ivo parece que quando se fixa a olhar para nós, me dá uns arrepios, um hipnotismo...fico...vidrado. - concordou o Shine

- VÊS! Não sou o único! Isto aqui há gato...qualquer coisa estranha se anda a passar. - disse o Dodo

Já á noite, ao pé da casa do Dodo...

- Boa noite! - cumprimentou a Kiki ao chegar á entrada da casa do seu amigo, onde já estava o Shine e o Dodo à espera.

- Olá Kiki. - responderam os dois

- Então, vamos? - o Kero saiu de dentro do bolso do Dodo, de repente, assustando a Kiki

- GAAAAH. - gritou ela - ASSUSTASTE-ME SEU BICHO.

- Hehehe, desculpem, mas é que já estava a ficar sem ar ali dentro. - respirou o Kero de alívio

- Enfim... - riu o Shine - Onde é que é o Cine-teatro mesmo?

- Fica a dois quarteirões do nosso bairro, nada muito longe. - disse a Kiki - Fica ao pé da zona histórica, ao pé daquela rotunda com a fonte.

- Ah, já sei, já sei. Vamos lá, então. - disse o Dodo

- O teatro só começa ás 21.35, por isso temos tempo para chegar lá e comprar os bilhetes. - disse a Kiki

Os três amigos mais o Kero continuaram a andar, a percorrer os bairros da cidade onde viviam.
Mesmo sendo de noite, ainda se via muita gente na rua, provavelmente porque nesta altura da Primavera é o tempo ideal para passear, além disso, a cidade tinha muitas actividades durante a noite que podiam ser aproveitadas.

Chegados ao cine-teatro...

- Oh, afinal ainda aqui há muita gente. - disse o Kero, espreitando para fora do bolso e olhando a quantidade de gente

- Esconde-te Kero...ai tu... - murmurava o Dodo, empurrando o pequeno guardião para dentro do bolso

- Vamos para a fila? - perguntou o Shine

- Let's go. - disse a Kiki

Depois de comprarem três bilhetes para o teatro que ia haver durante aquela noite, entraram para dentro do cine-teatro à espera que abrissem as portas para a sala onde ia decorrer o espectáculo.

- Espero que seja bom o teatro... - disse o Dodo

- Acho que tem suspense e sustos e assim, eu gosto!! - ria a Kiki

- MAS EU NÃO! - murmurava o Shine, já com medo

- Oh Shine, por favor...!! - riam o Dodo, o Kero e a Kiki

De repente as portas começaram a abrir, as pessoas começaram a entrar e a calar-se, enquanto se sentavam nas cadeiras.
A sala era bastante moderna, e o palco, de madeira, tinha como fundo o clássico pano vermelho.

- Vamos...sentem-se... - sussurrava a Kiki, mostrando os lugares marcados aos seus dois amigos

Com todo aquele silêncio, fora o burburinho pequeno que as pessoas aina faziam, os Card Captors começaram a sentir uma presença.

- Algo está errado aqui. - disse o Kero, sussurrando para fora do bolso

- Estou a sentir uma presença... - murmurou o Dodo

Atrás do pano, como havia luz lá atrás, viam-se as sombras dos actores a preparem-se para a peça. Mas fora isso, numa sombra de um tom mais ténue e quase invisível, era possível ver, muito mais lá atrás, a silhueta de uma mulher com vestes estranhas e um penteado também invulgar.

- Conseguem ver o que está ali atrás? - perguntou a Kiki

Ao olharem para lá, a presença tornava-se mais forte.

- É uma Carta Clow, só pode. - disse o Shine

Os três levantaram-se dos lugares e desceram as escadas, com cuidado, até perto do palco. Com tudo estava escuro, á espera que o espectáculo começasse, era difícil ver por onde se estava a andar.

Mas de repente, o teatro começou.
Os actores saíram de trás do pano vermelho de fundo, e começaram a gritar, a representar aquela peça que era de acção, terror, suspense talvez.

No preciso momento em que eles começara a gritar e a representar, projectando a sua voz, fez-se ouvir um som muito baixo, mas que se sobrepôs a todos os outros. Uma espécie de "Shhhhhhiiiuu" vindo de trás do pano.
Assim que isso se ouviu, fez-se silêncio total e de repente, como que por magia, toda a gente, incluindo os card Captors, desapareceu da sala e foram tele transportados para fora do cine-teatro.

- Mas que raio!? O que raio aconteceu? - perguntava toda a gente, que já podia falar á vontade fora da sala de teatro.

Até os actores estavam cá fora, sem saber como!

- Temos que voltar a entrar lá dentro. - disse o Kero - Era uma Carta Clow, de certeza!

- Espera, vamos sentar-nos ali...que eu até já estou sem fôlego...credo! - suspirava o Shine

Os amigos sentaram-se num banco perto ali do Cine-teatro, para falarem com mais calma.

- Acontece que o que nós vimos foi o poder especial da carta Silêncio! - explicou o Kero

- Claro, só podia ser uma Carta Clow. - disse o Dodo

- O que é que ela faz? - perguntava a Kiki

- A Silêncio consegue silenciar qualquer tipo de barulho que exista, com qualquer tipo de frequência ou altura, grave ou agudo. Seja o que for, ela consegue criar silêncio absoluto. - disse o Kero - Já agora, ela tem uma habilidade especial...tudo o que faça um barulho muito alto, que ela considere incómodo para ela, ela consegue transportar de um local para o outro, de modo a que deixem de a incomodar. Sim, é uma carta muito irritável.

- Oh, e então? Como é que nós chegamos lá sem fazer barulho? - perguntou o Dodo

- Temos que voltar lá amanhã á noite, hoje elá já está muito agitada e desconfiada. - disse o Kero

- Okay, então...amanhã, à mesma hora, aqui. Okay? - combinou a Kiki

- Correcto. Byeee people! - todos se despediram um dos outros e foram para suas casas

No dia seguinte, de manhã...

- "Estranho acontecimento no Cine-teatro da cidade leva a que todos os espectadores e actores do teatro 'Os Perseguidos' sejam misteriosamente transportados para fora do estabelecimento, durante a noite da passada segunda-feira" - lia o pai do Dodo, no jornal da cidade - Vocês sabiam disto? Então mas não foi o que vocês foram ver ontem?

- Ah, hmmm...bem, eu vou para a escola...já estou atrasado! - dizia o Dodo, comendo as torradas todas de uma só vez, tentando escapar á pergunta do seu pai

Já na escola...

- HEY! PESSOAL! - a Lola entrou de repente na escola, correndo para ao pé dos seus amigos. Ela vinha com o jornal da cidade na mão. - VIRAM A NOTÍCIA!? ESTA CIDADE ANDA ASSOMBRADA!

- Oh Lola, só tu mesmo... - ria o Nuno, quase a adormecer

- Lola, não te preocupes com essas coisas... - tentava disfarçar a Kiki, como se não soubesse do sucedido.

- Nunca se sabe até onde pode chegar a capacidade de compreensão do ser humano...nem até onde pode chegar a capacidade do sobrenatural nos surpreender. - o Ivo passa ao pé do grupo de amigos e sussurra-lhes estas palavras, estranhas, deixando para trás o seu perfume e o seu sorriso.

- Oh... - a Kiki, o Shine e o Dodo ficaram como que hipnotizados a olhar para ele

- Que rapaz mais estranho, fogo! - diz a Lola

- Olha quem fala... - remendou o Nuno

- O que estás a insinuar, seu baka? - gritou a Lola zangada

Enquanto os dois lutavam, os três Card Captors foram andando para as aulas, ainda hipnotizados com aquelas estranhas frases mágicas do Ivo.

Nessa noite...perto do teatro...

- Isto hoje não há ninguém mesmo... - dizia a Kiki, olhando para a cidade como se fosse um deserto

- Acho que toda a gente se assustou com a história. - disse o Dodo

- Então e se for um fantasma? E não for uma carta clow? - perguntou o Shine ,assustado

- Não sejas parvo Shine - gritou o Kero, dando uma patada na cara do Shine

- Auch...

- Então...qual é o plano? - perguntou a Kiki

- Temos que fazer um abordagem silenciosa e furtiva. - disse o Kero

- Okay, primeiro, os bastões! Pelo poder que me foi concedido, liberto a verdadeira forma deste bastão sagrado! – gritaram os três, libertando os bastões

Spoiler:





Os amigos entraram pela porta principal do cine-teatro, mas obviamente, a porta da sala onde tinha avistado a carta estava trancada, tal como todas as outras.

- O que fazemos agora? - perguntou o Dodo

- Deixa cá ver a gama de cartas que nós temos... - disse a Kiki, olhando para o seu telemóvel - Já sei! ESPADA! Concede-me a tua destreza! ESPADA!

Spoiler:

Spoiler:




A carta Espada transformou o bastão da Kiki numa espada, dando-lhe uma força enorme.

- GAAAAAH! - A Kiki debruça-se sobre a porta, fazendo um corte mesmo ao meio. Nesse preciso momento, a porta abre-se em duas, permitindo aos Card Captors entrar.

- Agora não façam barulho... - sussurrou o Kero, muito baixinho.

A sala estava escura e misteriosa, deixada exactamente na mesma desde o dia anterior. Devagar, eles desceram as escadas até perto do palco, subiram os degraus que levavam até ao próprio palco de madeira e entraram por de trás das cortinas.

- Separem-se e procurem-na.... - disse o Shine

Aquilo lá atrás era bastante escuro e confuso. Cheio de fatos, objectos, imensos espelhos, materiais, cenários, rolos de papel de cenário, candelabros e outros materiais para os vários teatros que ali decorriam.
Era então que, á luz da Lua que passava por uma janela, era possível ver uma mulher com vestes azuis e cabelo azulado, meio cinzento, com um penteado estranho.

- É ELA! - gritou o Dodo

- DODO! - todos ficaram frustrados, pois sabiam que não podiam fazer barulho, e o Dodo grutou logo

A carta fez um movimento com a mão, e de repente, todos voltaram para o lado de fora do edifício.

Spoiler:

- Oh, desculpem... - disse o Dodo, envergonhado

- Agora ela já está desconfiada outra vez! - disse o Kero

- Esperem lá...no sítio onde ela estava, lá atrás no palco, havia uma janela. Talvez a possamos capturar de surpresa a partir daí. - disse o Shine

- Acho que o edifício tem uma espécie de pátio interior, e é para lá que dá a janela...mas para chegarmos ao pátio tínhamos que percorrer as galerias das exposições aqui do Cine-teatro, e a esta hora já estão fechadas. - disse a Kiki

- Oh por favor, nós somos Card Captors para alguma coisa! - disse o Shine - VOO! Concede as tuas asas ao meu bastão! VOO!

Spoiler:



No bastão do Shine cresceram duas asas.

- Vamos, subam! - o Shine estendeu a mão ao Dodo e á Kiki, que subiram para cima do bastão, fazendo-o levantar voo, acompanhado pelo Kero.
Sobrevoou o cine-teatro, que ainda era bastante grande, e viram uma espécie de pátio rectangular, onde pousaram com muito cuidado.

- Há imensas janelas á volta, temos que ver qual é aquela que dá para o sítio onde está a Carta. - disse a Kiki

Os Card Captor's começaram a procurar. Umas janelas davam para sítios muito escuros, outras davam para as galerias de exposição, outras davam para salas de espectáculo...até que o Dodo encontrou a que dava para os bastidores do teatro onde tinham estado, onde estava o Silêncio.

- SHHHHHHH! - o Dodo fez um sinal com a mão, para que os colegas se calassem e depois apontou discretamente para a janela, num sinal de "Ela está aqui!".

- Como é que a capturamos agora? - perguntou o Shine, baixinho

- Temos que a capturar á distância - disse o Kero. - Partir a janela faz barulho, e isso está fora de questão.

- Mas...como? - interrogou-se a Kiki

- Podemos usar o Nevoeiro para corroer a janela! - disse o Shine

- Podíamos...mas ia dar muito nas vistas, e aos poucos a janela ia fazer barulho enquanto era corróida e quebrada...isso podia assustar o Silêncio. - disse o Kero

- Ou então o Apagar! - disse a Kiki - Apagamos a janela e entramos lá para dentro para a capturar.

- Vocês ainda não têm magia suficiente para seleccionar muito especificamente o que querem apagar com essa carta. É uma carta muito poderosa, que tem que ser usada com cuidado. Se não, podia apagar todo o edifício e apagar a carta Silêncio também...assim perdiamo-la para sempre. - avisou o Kero

- Ai quero...desmancha prazeres! - amuou a Kiki

- JÁ SEI! - disse o Dodo, baixinho - Já sei!A Sombra!

- Claro!A Sombra! - disse o Kero

- Vá lá, finalmente pensou em algo de geito... - murmurou o Shine, em tom de ironia

- Mas porquê a Sombra? - perguntou a Kiki

- Com esta carta posso fazer uma sombra minha e fazer com que ela chegue perto do Silêncio, para a capturar! - disse o Dodo

- Oh, bem visto.. - disseram os outros

- SOMBRA! Extende a minha silhueta á luz da Lua, ao poder da meia-noite! SOMBRA!

Spoiler:


A carta Sombra fundiu-se com a sombra do Dodo, dando-lhe vida e extendendo-a até dentro do edifício, passando através da janela.

Spoiler:




- Volta á tua forma original…CARTA CLOW!! - gritou o Dodo, agitando o seu bastão, ao mesmo tempo que a carta Sombra fazia o mesmo, capturando o Silêncio


__________________________________
CARTA: SILÊNCIO


Uma carta misteriosa com habilidades interessantes. O Silêncio consegue silenciar qualquer ruído que queira. Consegue também transportar todas as coisas e pessoas que estejam a fazer um barulho, que, para ela, é considerado incómodo. Esta carta gosta de sítios quietos e silenciosos, e usa as suas habilidades para os manter dessa forma.

CARTA ELEMENTAR QUE PERTENCE: Escuridão
ASTRO: Lua
___________________________________

A sombra levou a Carta para perto do Dodo, que a colocou no telemóvel.

- Okay, mais uma está capturada! - disseram todos

Spoiler:


_________________
Spoiler:





517 Re: Card Captor's Chronicles em Sex Jun 29, 2012 3:04 am

Brunofba

avatar
Oi gostei muito desse capitulo.Shine gostaria de pedir um favorzinho pra você.Eu criei uma fic e só tive coragem de postar os capítulos graças a vocês. Vocês poderiam dar uma olhada e depois me falar o que acharam?E se possível indicar para alguns amigos?O link esta aqui:
http://animespirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-animes-hack-shkuretto-356254

518 Re: Card Captor's Chronicles em Ter Jul 24, 2012 3:45 pm

Henrydramon

avatar
Adoro esta fic, e parece que continua boa!


_________________
Actualmente a ver: Digimon Xros Wars Ep. 11




519 Re: Card Captor's Chronicles em Sex Dez 27, 2013 12:22 am

Juliofarias91


Cadê o resto dos episódios?

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 21 de 21]

Ir à página : Anterior  1 ... 12 ... 19, 20, 21

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum